COMPARTILHE:
  • 29
  •  
  •  
  •  
    29
    Shares

No domingo, dia 21 de janeiro, 10 postulantes ingressaram no noviciado da Ordem do Carmo, na Província Carmelitana de Santo Elias. A missa de ingresso aconteceu na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, na Diocese de Mogi das Cruzes (SP) e foi presidida pelo Prior Provincial, Frei Evaldo Xavier, O.Carm. Ingressaram no noviciado os postulantes Antônio Herberg Rocha Neto, João Afonso Miranda, Mário Vinícius Ferraz Silveira, Igor Marcelo Alves da Silva, Moacir Rodrigo Aparecido Marcos Ribeiro, Luís Miguel dos Santos, José Lucas do Nascimento, Pablo Henrique Junior de Morais, André Randersen do Espírito Santo Sousa e João Wanderson de Oliveira Ossola da Cruz.

O ingresso ao noviciado é um momento de graça e de comprometimento e de seguimento mais estreito de Jesus Salvador. Para prepará-los para essa nova etapa, os postulantes fizeram um retiro de uma semana no Convento Nossa Senhora do Carmo, no bairro Bela Vista, em São Paulo. O retiro teve como pregador Frei Jerry Fonseca, O.Carm.

“O retiro dos futuros noviços foi marcado pelo silêncio, meditação, oração, Santa Missa, adoração ao Santíssimo Sacramento e reflexão. Isto é importante para que os postulantes possam assumir sua vocação com compromisso e honestidade diante de Deus e a Igreja, na Ordem do Carmo”, afirmou Frei Jerry.

Durante a celebração de ingresso, o formador dos noviços, Frei Marcelo de Jesus, O.Carm., deu as boas vindas aos jovens e lembrou uma música que ele traz no coração, que fala sobre a beleza do Carmelo. Num trecho da música se afirma: “não faltou nada a ti no Carmelo neste tempo vivido no amor”. “E não vai faltar, nunca faltou. Isso é o que eu desejo do fundo do meu coração a vocês que farão a experiência da vivência da regra carmelita este ano de noviciado. Nada faltará a vocês, porque quanto mais fazemos pelos outros, Deus faz muito mais por nós”, frisou Frei Marcelo.

Durante a celebração, os noviços receberam do Padre Provincial e do formador uma cruz. Frei Marcelo explicou o significado do presente: “Como vocês veem, na cruz não tem o Cristo, significa que todos vocês devem estar em seu lugar cada dia do noviciado”.

O noviciado compreende o período de um ano, como estabelece as diretrizes do Código do Direito Canônico e tem por objetivo conformar o vocacionado ao carisma, conforme afirma o Cânon 646: “O noviciado, com o qual se começa a vida no instituto, destina-se a que os noviços conheçam melhor a vocação divina, a vocação própria do instituto, façam experiência do modo de viver do instituto, conformem com o espírito dele a mente e o coração e comprovem sua intenção e idoneidade”.

Fotos: Frei Petrônio, O.Carm.