COMPARTILHE:
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Em meio às casas, comércios e outras edificações do bairro Pinheirinho, em Curitiba (PR), existe um verdadeiro oásis, um lugar calmo e arborizado, que representa a chance de uma vida nova para muitos dependentes químicos. É o Mosteiro Monte Carmelo, uma “chácara” que abriga a sede da Associação Casas do Servo Sofredor (CSS), instituição ligada ao Comissariado Geral do Paraná, que também possui outras casas de recuperação no Paraná e em Santa Catarina, e que há mais de 20 anos faz acolhimento e tratamento de pessoas que desejam se livrar dos vícios do álcool e das drogas.

Fundado pelo Frei Francisco Manoel de Oliveira, O.Carm., – o Frei Chico como prefere ser chamado –, além ter de jardins impecáveis, o mosteiro tem uma completa infraestrutura: três casas e cerca de 85 leitos, unidade de desintoxicação (UD), cozinha, refeitório, farmácia, padaria, frutaria, despensa, lavanderia, campo de futebol, fábrica de artefatos de cimento, auditório – onde acontecem encontros do Alcoólicos Anônimos (AA) e Narcóticos Anônimos (NA) – e capela. Tudo isso para oferecer tratamento médico, apoio psicológico, orientação religiosa, oportunidade de estudo e trabalho, além da disciplina necessária, para que possam superar seus problemas e consigam voltar a viver em sociedade.

 

Rotina

Quando ingressam no programa terapêutico, os dependentes passam por avaliação médica e psicológica, recebem os remédios necessários, descansam e iniciam a desintoxicação. Aos poucos, passam a trabalhar, frequentar a missa e participar da programação da casa, numa rotina que tem início às 6h e só termina às 22h.

Assim que iniciam sua participação nas tarefas diárias, saem da UD e vão para a casa 1. Quem já tem função definida, como os monitores, vive na casa 2 ou 3. Passados os primeiros meses do processo de recuperação, os residentes podem ir para uma casa de convivência, que fica em outro endereço. Lá eles saem para trabalhar e no fim do mês dão uma contribuição para ajudar a cobrir as despesas da casa.

Doações

A Associação CSS e o Mosteiro Monte Carmelo atuam com recursos próprios e parcerias com a Fundação de Ação Social de Curitiba (FAS) e a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad). Como os recursos não são suficientes, a entidade conta com ajuda da comunidade. Mais informações: CSS Mosteiro Monte Carmelo (41) 3349-1681 www.css.org.br .

Fonte: http://www.css.org.br – http://www.tribunapr.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira um comentário!
Por favor insira seu nome aqui