Os cristãos face à vacina é tema de Conferência internacional

 

Um cristão deve se vacinar? É moralmente obrigatório? É seguro ser vacinado? Quais serão as consequências sociais e econômicas? Com base nessas quatro questões, a Academia Latino-Americana de Líderes Católicos propõe uma Conferência internacional sobre a posição dos cristãos em relação às vacinas contra a Covid-19, e que se realizará, em modo virtual, nesta terça-feira, dia 19 de janeiro.

A motivação do evento é o intenso debate na opinião pública, onde “fake news”, além de absurdas teorias da conspiração “estão envenenando alguns ambientes católicos”, explica em seu convite a ALLC que considera de vital importância para o futuro da humanidade, a massificação da vacina em todas as classes sociais.

Na apresentação do encontro, a instituição laica explica que a Santa Sé, assim como o próprio Papa Francisco, deixou clara a relevância, necessidade e importância de apoiar a campanha de vacinação que será realizada ao longo deste ano em todo o mundo.

Neste contexto, recorda as duas importantes declarações da Santa Sé sobre o tema: “Reflexões morais sobre vacinas preparadas a partir de células procedentes de fetos humanos abortados” da Pontifícia Academia para a Vida e a “Nota da Congregação para a Doutrina da Fé sobre a moralidade do uso de algumas vacinas contra a Covid-19”, de 21 de dezembro de 2020.

A Academia Latino-americana de Líderes Católicos quer contribuir para esta campanha global de vacinação com um encontro onde, além de fazer eco à posição da Igreja Católica, se proponha uma discussão multidisciplinar do tema, isto é, sob a ótica da Doutrina Social da Igreja, a medicina (infectologia) e ciências sociais.

Neste sentido, haverá três oradores principais: o cardeal Seán O’Malley, arcebispo de Boston e presidente do Pontifício Conselho para a Proteção de Menores; a cientista e imunologista sueca do Instituto Karolinska em Estocolmo, Katerina le Blanc e Enrique García Rodríguez, ex-tesoureiro do Banco Ibero-americano de Desenvolvimento (BID) e presidente do Conselho de Administração do Trust for the Americas.

O diretor geral da Academia de Líderes Católicos, José Antonio Rosas, entrevistado por Vida Nueva Digital, também participante do projeto, destacou que a Conferência é muito importante por um simples motivo: milhares de vidas estão “em jogo”.

“Se as pessoas não forem vacinadas – explicou – colocam em risco não só as próprias vidas, mas também as das suas famílias; e assim nunca poderemos sair desta tremenda crise que vive a humanidade”.

Nesse sentido, Rosas expressou a convicção de que o cristão tem a obrigação moral de promover a vacinação e esclarecer muitas das fake news e teorias absurdas que circulam nas redes sociais.

A conferência será aberta pelo cardeal Carlos Aguiar, arcebispo primaz do México e poderá ser seguida pela plataforma Zoom em espanhol, inglês, português e italiano. Para participar você deve se cadastrar no site https://www.liderescatolicos.net/vacunas/.

A conferência também será transmitida no canal da Academia no YouTube: https://www.youtube.com/liderescatolicos.

Fonte: Alina Tufani – Vatican News

Foto: Governo do Estado de São Paulo