Abertura do Ano Acadêmico: ‘Precisamos do conhecimento, mas não podemos abandonar a verdade revelada’

“Pela graça de Deus, com essa celebração damos início ao ano acadêmico de 2021. Sem dúvida é um ano com os seus desafios, mas com as suas oportunidades próprias para refletirmos acerca deste momento atual em que nos encontramos”, disse Frei Adailson Quintino dos Santos, prior provincial da Província Carmelitana de Santo Elias.

 

A missa foi celebrada na quarta-feira, 4 de março e marcou a abertura do Ano Acadêmico da Casa de Formação Santa Edith Stein, que está localizada em Belo Horizonte (MG) e onde residem os junioristas carmelitas.

Presidida pelo prior provincial, a missa foi concelebrada pelos Freis Fernando Bezerra, conselheiro da formação; Jerry de Sousa Fonseca, formador; Gilvander Luís Moreira; André Bezerra e Frei Rivaldave Paz Torquato.

“Esta comunidade formativa tem por finalidade ir em busca do saber e quem se coloca em busca do saber está sempre aberto ao espaço do criar, da criação, no qual se deixar moldar pela Palavra Criadora de Deus”, afirmou Frei Adailson.

O Prior salientou ainda que os junioristas, como estudantes de filosofia e teologia devem recordar-se sempre do projeto assumido pela vida religiosa. “Com certeza precisamos do conhecimento, mas não podemos abandonar a verdade revelada, que pode ser confrontada, mas de forma alguma deve ser negada. Como Religiosos Carmelitas devemos permanecer sempre fiéis à Igreja e aos valores, deixando sempre fecundar a razão, a pesquisa, a investigação e a intuição acadêmica, mantendo sempre a perene novidade do Evangelho de Cristo”.

Após a missa houve uma conferência com Frei Felisberto Caldeira de Oliveira, ex-provincial que falou sobre “Espiritualidade e desenvolvimento do carisma carmelitano”. A conferência aconteceu de forma virtual.