Convivência Vocacional: esperança, vida e fecundidade no Carmelo

Com a realização da Convivência Vocacional nos dias 30 de novembro, 1 e 2 de dezembro, no Conventão, em São Paulo, encerra-se mais um ano de caminho e acompanhamento vocacional. Como fruto desse tempo, 16 jovens foram escolhidos para viverem esse intenso momento de vivência do carisma carmelitano.

O Carmelo é jovem! Sim, a Ordem do Carmo, fundada há mais de 800 anos, continua a ser um caminho aberto para os jovens que querem viver um trato de amizade com Deus e entregar toda a sua vida em obséquio de Jesus Cristo, sob o Manto da Virgem Maria, em favor do próximo.

Com esse espírito a Província Carmelitana de Santo Elias caminhou em 2018 na Promoção Vocacional, com encontros mensais realizados em diversas partes do país. Como fruto desse trabalho, 16 jovens foram escolhidos para participarem da Convivência Vocacional e nela terem uma experiência mais profunda com o carisma para o qual Deus os criou e eles escolheram livremente seguir.

A Convivência Vocacional coroa uma caminhada intensa de discernimento. Nesse encontro, além da espiritualidade, os jovens também conheceram mais de perto a estrutura do Carmelo e os irmãos com quem vão conviver na vocação. Também foi o encontro no qual puderam conhecer, conviver e serem acompanhados pelo Prior Provincial, pelo Colégio de Formadores e pelo Conselheiro de Formação da Província.

Em 2019 os jovens poderão ingressar no Carmelo para viverem o Postulantado nas casas de formação localizadas nos bairros de Jaqueline e Sion, em Belo Horizonte (MG), e na cidade de Mogi das Cruzes (SP).

Alguns dos jovens vocacionados contaram para nós a sua experiência. Que a alegria e o vigor da juventude possam renovar em todos nós o desejo de darmos generosamente nosso sim diário a Deus.

Lugar de Vida

Eduardo tem 19 anos e mora em Lagoa da Canoa (AL). Oriundo da Paróquia São Maximiliano Maria Kolbe, conta como foi para ele a Convivência Vocacional:

“Com a graça de Deus pude participar deste dia de convivência, viver intensamente a espiritualidade do Carmelo e beber ainda mais desta fonte inesgotável. O Carmelo é um lugar que trás vida, e onde se pode preencher inteiramente de Deus.”

 Experiência com a misericórdia

Para Elias Souza, de 20 anos, natural da cidade de Barbacena (MG), a Convivência Vocacional foi um dos momentos mais fortes de experiência com a mística do Carmelo.

“A experiência que tive, da espiritualidade e mística Carmelitanas, me surpreenderam e confirmaram no meu coração a minha vocação de ser religioso nesta Ordem.  Ainda mais me encantou  a devoção à Nossa Senhora do Carmo, que consola todos os aflitos, e a quem recorrem em momentos de aflição, e ao bom Jesus que jorra misericórdia a quem o pede”, disse.

E completou:

“Agradeço aos formadores que me acompanharam durante toda essa jornada, confiaram e acreditaram  em minha vocação. Ser Carmelita é ser contemplativo nas pequenas coisas que acontecem.”

>>>Seja você também um carmelita

Experiência com o amor de Deus e de Maria

Lucas dos Santos Sotero, de 24 anos, natural de Arujá (SP), afirmou ter experimentado fortemente o amor de Deus durante a Convivência Vocacional:

“Nesses dias pude perceber o quanto Deus me ama e o quanto a Casa de Maria Santíssima, chamada Ordem Carmelitana, se preocupa em conduzir e trazer em tudo que faz os cuidados maternais de Nossa Senhora, a nós vocacionados. Foi um tempo de graça e de retiro espiritual no qual, através da equipe de formação, pude ter a certeza que  Deus me chama e me dá a possibilidade de dar o meu generoso sim. Quero, assim, agradecer a todos os que de um modo ou outro colaboraram, para que tais graças pudessem se dar.  Agradeço a Equipe Vocacional, a Frei João por ser esse instrumento de Deus na nossa vida, a Frei Lucas e Frei Jeferson, por com suas vidas testemunharam que ser de Deus e dar tudo por Ele é a melhor coisa que alguém pode fazer.  Agradeço ao Provincial e a todo o Conselho, por confiarem em mim e me permitirem fazer parte desta família de Nossa Senhora do Carmo. Enfim, não existem palavras para expressar a alegria que sinto e o que significou esta Convivência na minha história. Que Nossa Senhora nos ajude sempre a fazermos em tudo a vontade de Deus. Obrigado família Carmelitana pela confiança.”

Assumindo um compromisso diário

Emerson, 22 anos, de Salvador (BA), frisou que participar do encontro de Convivência Vocacional foi marcante para o discernimento da sua vocação.

“Foi um período de confirmação da vocação, e de uma resposta sincera pra Deus, mesmo em momentos de incertezas e medos, assumindo compromisso com o Carmelo. A partir de agora eu quero dar meu sim diariamente e perseverar até o fim.”

Aprendizado, espiritualidade e devoção

Hércules Gomes dos Santos, 21 anos, residente em Parauapebas  (PA), teve uma rica experiência de aprendizado, espiritualidade e devoção a Nossa Senhora do Carmo durante a Convivência Vocacional, que lhe motivaram ainda mais a dar o seu sim ao Carisma Carmelitano.

“Aprendi o ideal Carmelita, que consiste em Contemplar a Deus sem cessar. O Convento do Carmo em São Paulo em si é também uma dádiva acolhedora de Nossa Senhora, Esplendor do Carmelo; é um lugar de oração e práticas piedosas, e toda a equipe que nos auxiliou nessa estadia enriqueceu ainda mais nossa vocação. No encontro, eu e mais 15 vocacionados tivemos a graça de testemunhar ‘o que é ser Frade Carmelita da Antiga Observância’. Agradeço a Deus, e a todos que me ajudaram a chegar nessa etapa do pré-postulantado, e contínuo pedindo vossas orações. Meu muito obrigado!”.

>>>Seja você também um carmelita

Confira as fotos da Convivência:
Fotos: Frei Petrônio e Frei João Paulo