Crisma na Paróquia Nossa Senhora do Carmo (BH)

 

A Paróquia Nossa Senhora do Carmo, em Belo Horizonte (MG), celebrou a Crisma de jovens e adultos no dia 1 de dezembro. A celebração do Sacramento foi presidida pelo Bispo Auxiliar Dom Geovane Luís da Silva, e concelebrada pelo Frei Miguel Guzzo, O.Carm.

A celebração foi marcada pela emoção dos crismandos e suas famílias. Durante sua homilia, Dom Geovane falou aos presentes sobre a importância deste sacramento que,  juntamente com o Batismo e a Eucaristia, pertence aos três sacramentos da Iniciação Cristã da Igreja Católica.

Pelo Sacramento da Crisma, o Espírito Santo imprime na alma do fiel um carácter indelével, que traz consigo um crescimento da graça batismal: enraíza mais profundamente na filiação divina, une mais firmemente a Cristo e a Sua Igreja, revigora na alma os dons do Espírito Santo e dá uma força especial para testemunhar a fé cristã.

O Catecismo da Igreja Católica (CIC) ensina que nesse Sacramento, tal como ocorreu em Pentecostes, – quando o Espírito Santo desceu sobre a comunidade dos discípulos –, o Espírito Santo desce em cada crismando que pede à Igreja esse os dons do Espírito. Dessa forma, o Sacramento encoraja o fiel e o fortalece para uma vida de testemunho de amor a Cristo.

Também chamado Sacramento da Confirmação, chama-se Crisma (nas Igrejas Orientais: Crismação com o Santo Myron) por causa do rito essencial, que é a unção. E chama-se Confirmação, porque confirma e reforça a graça batismal. O óleo do Crisma é composto de óleo de oliveira (azeite) perfumado com resina balsâmica. Na manhã da Quinta-feira Santa, o bispo o consagra para ser utilizado no batismo, na confirmação, na ordenação dos sacerdotes e dos bispos e na consagração dos altares e dos sinos. O óleo representa a alegria, a força e a saúde. Quem é ungido com o Crisma deve difundir o bom perfume de Cristo (cf. II Cor 2,15).

Fotos: Pascom