Papa Francisco confirma canonização de Beato Tito Brandsma

No dia 25 de novembro, o Papa Francisco assinou o Decreto sobre o reconhecimento do milagre atribuído à intercessão do Beato Tito Brandsma, sacerdote professo da Ordem dos Carmelitas, nascido em 23 de fevereiro de 1881 em Bolsward (Holanda) e morto por ódio à fé em 26 de julho de 1942 em Dachau (Alemanha);

Durante a audiência concedida ao Cardeal Marcello Semeraro, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, o Pontífice autorizou a Congregação para as Causas dos Santos a tornar público e reconhecido oficialmente o milagre atribuído à intercessão do Beato Tito Brandsma sobre a cura cientificamente inexplicável do Pe. Michael Driscoll, O. Carm.

Desta forma, a Igreja irá declara-lo como Santo. O processo passo é a convocação do Consistório Ordinário no qual será anunciada oficialmente a canonização do Beato.

Além disso, houve ainda a promulgação de decretos para novos Servos de Deus, Beatos e Santos, que tiveram avanços em seus processos de reconhecimento.

Confira abaixo:

Padre Tonino Bello, Bispo de Molfetta; nascido em 18 de março de 1935 em Alessano (Itália) e falecido em 20 de abril de 1993 em Molfetta (Itália);

João de Jesus Maria (nome de nascimento: João de San Pedro e Ustarroz), sacerdote professo da Ordem dos Carmelitas Descalços; nascido em 27 de janeiro de 1564 em Calahorra (Espanha) e falecido em 28 de maio de 1615 em Monte Compatri (Itália);

Giorgio Guzzetta, Sacerdote da Confederação do Oratório de São Felipe Neri; nascido em 23 de abril de 1682 em Piana dei Greci (hoje Piana degli Albanesi, Itália) e falecido em 21 de novembro de 1756 em Partinico (Itália);

Natalina Bonardi (nome de nascimento: Maria), fundadora da Congregação das Irmãs de Santa Maria de Loreto; nascida em 4 de dezembro de 1864 em Cuneo (Itália) e falecida em 25 de julho de 1945 em Vercelli (Itália);

Maria Dositea Bottani (nome de nascimento: Maria Domenica), Superiora Geral da Congregação das Irmãs Ursulinas da Imaculada Virgem Maria de Gandino; nascida em 31 de maio de 1896 em Pianca (Itália) e falecida em 2 de setembro de 1970 em Bérgamo (Itália).

Também serão declarados Santos pelo reconhecimento do milagre atribuído à sua intercessão:

Beato Tito Brandsma (nome de nascimento: Anno Sjoerd), sacerdote professo da Ordem dos Carmelitas; nascido em 23 de fevereiro de 1881 em Bolsward (Holanda) e morto em ódio à fé em 26 de julho de 1942 em Dachau (Alemanha);

Beata Maria de Jesus (nome de nascimento Carolina Santocanale), fundadora da Congregação das Irmãs Capuchinhas da Imaculada de Lourdes; nascida em 2 de outubro de 1852 em Palermo (Itália) e falecida em 27 de janeiro de 1923 em Cinisi (Itália);

Por fim, serão Beatificados por reconhecimento do martírio os Servos de Deus:

Henry Planchat, sacerdote professo do Instituto dos Religiosos de São Vicente de Paulo, Ladislau Radigue e 3 Companheiros, sacerdotes professos da Congregação dos Sagrados Corações de Jesus e Maria, e da Perpétua Adoração do Santíssimo Sacramento; mortos em ódio à fé em 26 de maio de 1871 em Paris (França).