Quaresma: itinerário que faz passar da morte à vida

O Tempo da Quaresma é um caminho espiritual que sintetiza um longo percurso ascético e sacramental, pelo qual passou e deve continuar passando a comunidade cristã que, por natureza, é missionária e, portanto, é chamada  a dar o seu testemunho coerente de vida em Jesus cristo por palavras e ações. E este caminho serve para “ensinar-nos como obter  a vitória” (Santo Agostinho. Comentário ao Salmo 60,3).

▶ É um caminho ascético, porque, no Espírito Santo, permite ascender da vida no pecado à vida na graça. Por isso, é um caminho de renúncias e de lutas, principalmente, interiores, pois é no próprio íntimo que o ser humano encontra a raiz da sua desobediência a Deus e a sua falta de amor por si, pelo seu próximo e pela criação que geme, sofre e aguarda a revelação dos filhos de Deus (Rm 8,19).

▶ É um caminho sacramental, porque a comunidade de fé e cada fiel encontra nela à sua disposição a oportunidade de um renovado e vivo encontro com Jesus Cristo, pelo qual experimenta, na unção do Espírito Santo, a passagem da morte à vida, da escravidão do pecado à liberdade de filhos e filhas de Deus (Rm 8,21), para a glória de Deus Pai.

“Lavai-vos e purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! Aprendei a fazer o bem! Procurai o que é correto e corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão e defendei a viúva. Vinde e debatamos – diz o Senhor: Ainda que vossos pecados sejam como púrpura, tornar-se-ão brancos como a neve; se forem vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como a lã.”