Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Série de Vídeos celebra os 150 anos de nascimento de Santa Teresinha do Menino Jesus

“NÃO QUERO SER SANTA PELA METADE, ESCOLHO TUDO.”

Nascida em 2 de janeiro de 1873 em Alençon, França, Thérèse Martin, mais conhecida como Santa Teresinha de Lisieux, ou Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face, completaria 150 anos em 2023. Santa Teresinha escreveu inúmeras cartas e deixou um legado de amor e doação, oferecendo a Deus todos os gestos e sacrifícios feitos ao longo de sua vida. Para celebrar a data e em ação de graças pela vida e vocação desta doutora da Igreja, a Província Carmelitana Fluminense preparou uma série de vídeos sobre diversos aspectos da vida desta santa carmelita.

Uma vez por mês, iremos te convidar a mergulhar conosco na espiritualidade de Santa Teresinha trazendo uma reflexão sobre um dos aspectos de sua vida.
Nesse primeiro mês, iremos refletir sobre A ORAÇÃO EM SANTA TERESINHA.

 

VIDA DE SANTA TERESINHA

Teresinha perdeu a mãe muito cedo, porém não se deixou abater pela tristeza, pelo contrário, acolheu com disponibilidade a vontade de Deus. A pequena menina loura, de olhos azuis, era muito estudiosa e dedicada em tudo que fazia. Mesmo apegada à família, a jovem entrou para a Ordem das Carmelitas Descalças aos 17 anos e desde então, a pequena de Lisieux se tornou modelo de sacrifício e doação.

Na autobiografia “História de uma alma”, a religiosa afirma: “Para mim, oração é um impulso do coração, é um simples olhar que se lança ao céu, é um grito de gratidão e de amor, tanto no meio da provação, como no meio da alegria. enfim; é algo de grande, de sobrenatural, que me expande a alma e me aconchega a Jesus”. Na chamada “Pequena via”, Santa Teresinha aponta um caminho de santidade baseado na busca da vontade de Deus através das coisas mais simples do cotidiano.

Faleceu muito jovem, aos 24 anos, em 30 de setembro de 1897. Foi beatificada em 1923 pelo Papa Pio XI e, em 1925, tornou-se padroeira das missões. O Papa São João Paulo II, em 1997, honrou Santa Teresinha com o título de doutora da Igreja.