O Papa dará início ao caminho sinodal de três anos que será articulado em três fases (diocesana, continental e universal)

A novidade do Sínodo não é sonho do Papa, mas do Concílio