"Perguntas como essas nos colocam de joelhos diante do Mistério", afirma Pe. Lugi Epicoco