Tem início a Assembleia Geral da CNBB

Nosso Prior Provincial, Frei Evaldo Xavier, O.Carm., participa como assessor da 57ª Assembleia Geral (AG) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que se realiza no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, no Santuário Nacional de Aparecida (SP), de 01 a 10 de maio.

São mais de 300 bispos de todo o Brasil reunidos. A AG terá como objetivo central atualizar as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) para o período de 2019 a 2022. Além disso, será uma assembleia eletiva , que vai definir a presidência, vice-presidência e secretaria-geral da CNBB para o próximo quadriênio.

Os trabalhos iniciaram na manhã do dia 1º de maio, com a celebração da Santa Missa na Basílica Nacional, presidida pela presidência da CNBB.

As novas diretrizes devem ser definidas antes do processo eleitoral da CNBB, porque a conferência dos bispos considera importante uma profunda reflexão e avaliação sobre o momento que a Igreja vive no Brasil, considerando que isso também pode contribuir para uma melhor discussão das diretrizes, bem como na escolha dos bispos que devem animar a Conferência no próximo quadriênio.

As Diretrizes Gerais, que são renovadas com regularidade pelos bispos no início de cada mandato, têm um processo longo de preparação, percorrido por uma comissão especial. Para 2019, o trabalho com essas diretrizes foi coordenado pelo arcebispo de São Luís (MA), Dom José Belisário. Ele e a equipe tomaram como ponto de partida as contribuições oferecidas pelo conjunto do episcopado na 56ª Assembleia Geral, realizada em 2018.

Dom José Belisário lembrou que a atuação da Igreja no mundo urbano, conforme já amadurecido pelos bispos do Brasil, é o foco do documento. “O texto reforça que vivemos uma cultura urbana, com predominância no país das grandes cidades”, acentuou.

Frei Evaldo Xavier trabalhando no Plenário da Assembleia Geral
Da esquerda para direita: Monsenhor Antônio Luiz Catelan e Frei Evaldo Xavier

Rezemos pelo êxito da Assembleia Geral.

Fonte: Vatican News
Fotos: CNBB